O Fórum de todos os Aeromodelistas Brasileiros
Bem Vindo ao Voa Brasil!

Se você ainda não faz parte do fórum como um membro não perca tempo registre-se !

- Bom, conheça mais o nosso fórum ! nós temos tutoriais, dicas, plantas, seção direcionada especialmente aos iniciantes, tudo sobre Aeromodelismo, se você tiver alguma duvida fique a vontade em perguntar, os moderadores ou membros experientes ponderam lhe ajudar, mais para ter um melhor desempenho é sempre bom você se cadastrar !

Equipe Voa Brasil, O fórum de Aeromodelismo mais democrático da Internet

O Fórum de todos os Aeromodelistas Brasileiros

Voa Brasil o fórum de Aeromodelismo mais democrático da Internet
 
InícioInício  PortalPortal  CalendárioCalendário  GaleriaGaleria  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-se  
Buscar
 
 

Resultados por:
 
Rechercher Busca avançada
Últimos assuntos
» vendo DX5e com AR500
por emmatoinha Qua Nov 23, 2011 7:20 am

» 3º Encontro Hobby Sul Modelismo - Cocal do Sul/SC
por diego_bf2 Seg Set 12, 2011 10:01 am

» Posso trocar a asa do scoutcessna pela do Cessna skyline?
por rib.ale Ter Ago 16, 2011 2:03 pm

» Cessna ART TECH modificado para ter FLAPS e tudo mais!
por fakerulez Seg Jul 11, 2011 6:08 pm

» Projetando partes móveis
por christianocosta Sab Jun 11, 2011 12:15 am

» Um Helicoptero eletrico classe 450. para iniciantes.
por fakerulez Qui Maio 26, 2011 4:52 pm

» agora eu voei
por rib.ale Qui Maio 26, 2011 2:31 pm

» Construindo um Scoutcessna
por rib.ale Qui Maio 26, 2011 2:24 pm

» Novo rx orange dsm2 9ch
por rib.ale Qui Maio 26, 2011 2:22 pm

» evento e são carlos
por neto Qui Maio 26, 2011 2:20 pm

» |TUTORIAL|- Cabo Simulador P2-P2, JR e Spektrum
por Elétricos do Sul Sex Maio 06, 2011 10:33 am

» Super Bandit em Depron
por rib.ale Seg Maio 02, 2011 3:51 pm

» São Miguel do Oeste
por fakerulez Dom Maio 01, 2011 8:23 am

» YAK 54 60-90" DLE20
por fakerulez Dom Maio 01, 2011 8:17 am

» que aero vc colocaria um motor 91 4 tempos?
por fakerulez Sab Abr 30, 2011 7:27 pm

» mto piada essa
por fakerulez Qui Abr 21, 2011 7:04 pm

» 2ª Construção : YAK 50-1 Balsa
por fakerulez Qua Abr 20, 2011 7:36 pm

» [AeroClube] Feijó.
por fakerulez Qua Abr 20, 2011 6:53 pm

» |TUTORIAL|-Construindo o cabo P2-P2 para rádios JR & Spektrum
por rib.ale Qua Abr 20, 2011 2:15 pm

» AR Drone confirmado em bh
por fakerulez Ter Abr 19, 2011 6:00 pm

Navegação
 Portal
 Índice
 Membros
 Perfil
 FAQ
 Buscar
Parceiros
HOBBY SUL MODELISMO

Compartilhe | 
 

 [Fixo]Curva de aceleração e passo<para iniciantes>

Ir em baixo 
AutorMensagem
fakerulez

avatar

Mensagens : 41
Pontos : 2870
Data de inscrição : 13/04/2011
Idade : 29

MensagemAssunto: [Fixo]Curva de aceleração e passo<para iniciantes>   Qui Abr 14, 2011 6:18 pm

Bom, neste tutorial vou explicar algumas coisas que julgo serem básicas e necessárias para qualquer um que estiver iniciando no hobby, estas informações são fundamentais para se iniciar as regulagens do helimodelo. Serei sucinto mas tentarei elucidar as principais dúvidas e acredito serem as mais freqüentes quando os novos helimodelistas começam a fazer as regulagens do modelo.
Primeiro vamos entender o que é passo variável, este é um recurso mecânico responsável por aumentar ou diminuir o empuxo (força que gera a sustentação da aeronave) gerado pelas asas rotatórias do helicóptero (adotando-se uma rotação fixa como referência), a asa muda seu ângulo de incidência sendo que para nossos helimodelos as asas são simétricas e permitem fazer vôos invertidos (de dorso), portanto as asas podem se posicionar de maneira a formar ângulos de incidência positivos ou negativos, que na maioria dos modelos encontrados no mercado vão de -11 à +11 graus. Portanto para que o helicóptero suba, desça, faça vôos de dorso o passo do rotor principal é alterado, porem concomitante a isso ocorre a variação da potência entregue ao motor, ou seja, para que o helicóptero voe há uma combinação de variação de passo e de potência no motor (com exceção de quando se trabalha com o governador que mantêm uma rotação fixa e se varia apenas o passo, desta forma se aproveita melhor a curva de potência/torque do motor ).
Conhecendo essas informações logo nos defrontamos com 2 regulagens básicas, curva de aceleração do motor (a) e curva de passo das asas (b), portanto o empuxo gerado pelo sistema (de maneira grosseira) é uma função do tipo “empuxo(a,b)”. Isso parece um mistério para os iniciantes mas é algo extremamente simples e o mais importante, o ponto de partida geralmente é fornecido pelo fabricante. Não vou me estender muito neste assunto mas mexer nestas regulagens é muito parecido com mexer em carros originais de fábrica, se você aumentar a potência por exemplo aumenta o consumo e desgaste das peças e vice e versa, entra naquele “velho esquema de compensação”, portanto o ajuste de curva de aceleração e curva de passo não é necessariamente uma lei, uma regra, um dogma. Cada um ajusta do jeito que lhe agrada, de acordo com seu estilo de pilotagem, de vôo, de acordo com tipo do helicóptero que se possui (claro, sempre respeitando limites pois não pense que se você ajustar a aceleração e o passo do jeito que você bem entender o helicóptero vai voar ou até mesmo voar como desejado).
Para a regulagem da curva de aceleração o conceito é simples, você define a potência entregue ao motor de acordo a posição no trottle (stick da mão esquerda, na direção vertical, sentido para baixo e para cima), num radio de 5 pontos como o meu (DX7 Spektrum) eu uso a seguinte configuração:
0: 0%, 1: 50%, 2: 70%, 3: 85%, 4: 100%
Ela representa o seguinte:
No curso completo do trottle existem divisões imaginárias de 25%, 50%, 75% e 100%, ou seja, em 0% de curso 0% de potência no motor, em 25% de curso 50% de potência no motor e assim por diante, os valores intermediários são interpolados pelo próprio radio, eu uso esta configuração pois não gosto de acelerar muito para o heli começar a decolar (claro que com essa configuração, quando mudo meu modo de vôo de Normal para Idle 1 se ele não estiver bem ajustado a troca gera variação brusca no vôo do heli), portanto siga o conjunto de regulagens sugerido no manual que vc não terá esse tipo de trabalho, que muitas vezes pode se tornar um problema para os menos experientes, claro, siga também o manual do seu radio pois cada um têm uma sistemática de ajuste (estude-o, é o meu conselho).
Então como já temos definida a curva de aceleração definimos a curva de passo, essa segue os mesmos princípios, continuam sendo 5 pontos de ajuste, é acionada pela mesma movimentação do stick porem agora o que varia é o passo das asas e para isso necessitamos de uma ferramenta, o famigerado e impiedoso Pitch Gauge que é um verdadeiro trauma para quem nunca trabalhou com ele (eu mesmo quando comprei não tinha idéia de como usa-lo...kkk). O Pitch Gauge é uma espécie de régua/transferidor que possibilita ajustar o passo das asas do heli com relativa precisão, é uma ferramenta fundamental para quem quer ajustar o heli, pois sem ele não se têm condições de precisar os ajustes dos ângulos de incidência das asas e vai fazer com que a regulagem seja totalmente empírica levando muito mais tempo e muitas vezes não obtendo um resultado satisfatório.
As fotos a seguir servirão de guia para entender como é feita a regulagem do heli, neste caso estou configurando a curva de passo normal no meu radio (vôo calmo, sem manobras, sem trabalhar com passo negativo em vôo), na verdade eu uso -2º com o trottle em 0% para facilitar a aterrissagem do heli (vai de gosto). A regulagem foi a seguinte: 0: -2º, 1: INH, 2: +6º, 3: INH, 4: +11, ou seja, em 0% do curso do stick o motor não estará funcionando (0% de potência) e o passo está em -2º, conforme se começa acelerar e entregar potência ao motor o passo vai subindo gradativamente, quando se estiver em 50% de aceleração o passo estará em +6º e a potencia no motor em 70%, resultado, o heli estará voando... Os pontos marcados como INH quer dizer inabilitado e é um recurso do meu radio (não sei se todos têm...) mas ele me permite não preencher este ponto, na verdade ele é configurado por herança (através de interpolação que o próprio rádio faz).
Vejam as fotos, elas falam por si:








Quanto à regulagem do meu radio abaixo você vê:
IN : que mostra a porcentagem de curso do Stick, acima o valor do passo em porcentagem (uma porção do passo total que o conjunto mecânico oferece), à direita a curva de passo (na verdade o nome dos pontos são “pontos de apoio” , essa é uma técnica muito utilizada para se definir mapas (sistemas computacionais) sem necessariamente ter que preencher todos os pontos existentes e possíveis, o próprio sistema calcula os pontos adjacentes por interpolação, no caso do meu radio linear).







[imghttps://redcdn.net/ihimizer/img256/625/82418396xm2.jpg[/img]

Autor:Fabio_Jerena
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 
[Fixo]Curva de aceleração e passo<para iniciantes>
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Ferrari Enzo - "FIORANO"
» Ferrari Superamérica
» Gurgel X-12 -Scratch/Passo a Passo-by Costea e Zortea
» linda primavera
» Cap 02 - Passo por Passo

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
O Fórum de todos os Aeromodelistas Brasileiros :: Helimodelismo :: Helimodelos-
Ir para: